"Ansiedade Natalícia" - O que fazer?

Publicado por Luís Mota em

O natal, a época mais esperada do ano e apreciada por várias pessoas, representa a união, o convívio, a partilha de presentes, a alegria, tempo de qualidade junto daqueles que mais amamos.

No entanto, a época natalícia poderá ser também para muitos, uma época difícil gerando sentimentos de tristeza, solidão, ansiedade, sobrecarga, entre outros.

Durante esta época existem vários fatores que nos podem geram ansiedade no natal… e quais são?

A primeira, talvez a que todos experienciamos, é o facto de termos cadeiras vazias na mesa, ou porque os entes queridos já partiram ou estão impossibilitados devido a doenças que são portadores. É importante validarmos os nossos sentimentos e emoções perante esta situação e lembrar que as memórias são as mais importantes, porque essas sim, irão perdurar sempre.

Nesta época, há várias pessoas que não têm família ou estão noutro país. Poderá passar estas festividades com um vizinho ou com um amigo chegado porque afinal… família nada tem a ver com o sangue, mas sim com o amor e com a relação que as pessoas vão construindo ao longo do ano.

Também há casos em que pessoas não tem recordações do natal ou simplesmente não são as mais saudáveis para recordar. Assim sendo, o ideal será fazer o seu próprio natal, num ambiente diferente e rodeado de outras pessoas que lhe fazem bem.

No que diz respeito às questões financeiras, estas acabam por influenciar as pessoas gerando sentimentos de stress e ansiedade devido à quantidade de prendas que terão de comprar e sabe-se que, nos tempos de hoje, nem sempre é fácil investir em prendas de valor elevado. É fundamental perceber que o natal não é sobre comprar e dar presentes, mas sim, estar presente, será sempre a melhor prenda de todas.

Quantos/as de nós criamos expetativas em relação ao que nos vão oferecer? (“Aposto que vou receber aquilo; falei todo o ano naquilo, não me poderão dar outra coisa”; “Sabem que gosto daquilo, por isso vou receber”). Todas essas expetativas, em alguns casos, acabam por nos gerar desilusão. Daí, é fundamental não criar expetativas sobre o que se irá receber, o melhor será oferecer prendas e miminhos a si mesmo/a.

E por último e não menos importante, o próprio ambiente familiar que experienciamos, por vezes alguns comentários despropositados e inconvenientes que ouvimos sobre a nossa aparência, vida escolar/laboral, amorosa são motivo de grande ansiedade. Lembrar que tais comentários são apenas palavras de outra pessoa, que não nos define, por isso, é importante valorizar-nos, não sendo obrigatório agradar a todos.

Não deixe a magia do natal desaparecer dentro de si, viva-o à sua maneira!

 

Feliz Natal!

 

Dr.ª Mariana Silva – Unidade de Saúde e Terapia Mental Taipas Termal

← Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente →

OUTRAS NOTÍCIAS

Clinica de Saúde Enfermagem

[NOVIDADE] Preparação para o Parto em Meio Aquático

Por Luís Mota
Piscinas de Verão Taipas Termal

Oportunidade de Recrutamento - Piscinas de Verão e Parque de Campismo

Por Luís Mota
Banhos Velhos Taipas Termal

Banhos Velhos apresentam Agenda Cultural para 2024

Por Luís Mota