Chegou o mês de agosto… O que fazer com os nossos filhos?

Publicado por José Gomes em

Depois de um longo ano letivo repleto de testes, avaliações e trabalhos de casa, os meses de férias são os mais esperados pelos mais novos. No entanto, é também nesta época de imenso descanso e lazer que os pais se questionam acerca da forma de ocupar estes tempos livres com as suas crianças e, ao mesmo tempo, conseguirem desfrutar deste período em família com qualidade.

As férias constituem uma oportunidade para que as crianças disfrutem de experiências novas e enriquecedoras, de maneira a promoverem a sua saúde e o seu bem-estar psicológico. Posto isto, torna-se fundamental que os pais percebam que esta época de descanso é necessária, sendo assim essencial fortalecer os vínculos afetivos, através de mais momentos de diálogo com os seus filhos.

Sabe-se que na geração de hoje, as crianças acabam por ter um maior contacto com as redes sociais, no entanto, vários especialistas afirmam que, neste período de férias, é importante evitar a exposição exagerada às tecnologias, uma vez que estudos demonstram a existência de uma relação significativa do aumento do contato com as tecnologias e o surgimento de sintomas relacionados à saúde mental. Destes sintomas, destacam-se irritabilidade, ansiedade, depressão, défice de atenção e hiperatividade, alterações do sono, mudanças alimentares, dependência digital, sedentarismo, baixa autoestima, prejuízo escolar e bullying.

Em tempo de férias, é muito comum que os mais novos não queiram ouvir nem falar de livros e tarefas escolares, todavia, é fundamental planear estratégias para que as crianças, ao mesmo tempo que se dedicam ao lazer, acabem por obter mais aprendizagem e experiências diferentes.

Existe uma série de programas que os especialistas aconselham para que as crianças consigam disfrutar das suas férias com as famílias, nomeadamente:

 

  • Idas à praia e piscina com familiares e/ou amigos;
  • Realizar uma viagem;
  • Visitar um museu ou biblioteca;
  • Conhecer pontos culturais de cidades;
  • Praticar uma atividade desportiva (ex.: dar um passeio de bicicleta);
  • Dedicar-se à culinária (fazer biscoitos e bolos);
  • Idas ao cinema;
  • Realização de trabalhos manuais (pintura, desenho, etc.);
  • Momentos de leitura.

Todas estas atividades contribuem para fortalecer os laços afetivos entre pais e filhos, nomeadamente sentimentos de segurança e confiança entre ambos, oferecendo ainda aos mais novos a possibilidade de terem histórias interessantes para contar aos seus colegas e professores. Esta partilha e troca de experiências acabam por ser uma mais-valia para o desenvolvimento integral da criança.

Desta forma, as férias acabam por ajudar as crianças no desenvolvimento das suas competências socio emocionais, uma vez que, é nos momentos de brincadeira que estas aprendem a expressar as suas opiniões e emoções e adquirem maior autonomia. Estes momentos permitem ainda novas descobertas e promovem a criatividade, curiosidade e o gosto de aprender.

No caso de dúvidas ou dificuldades em lidar com esta fase do ano - que deve ser de alegria, diversão, e relaxamento, e não de preocupações, stress e frustrações -, a nossa Unidade de Saúde e Terapia Mental encontra-se disponível para prestar apoio em qualquer tipo de situação.

 

Drª. Mariana Silva -  Unidade de Saúde e Terapia Mental Taipas Termal

← Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente →

OUTRAS NOTÍCIAS

Clinica de Saúde Taipas Termal

Oportunidade de Recrutamento - Fisioterapeuta

Por Luís Mota
Taipas Termal

Oportunidade de Recrutamento - Contabilidade

Por Luís Mota